A ARTE DO PRÉ-FRAME E COMO APLICAR PRE-FRAMING PARA ANÚNCIOS PAGOS

Tempo de leitura: 6 minutos

Hoje em dia muitas pessoas usam o termo pré-frame de forma muito superficial, sem saber realmente do que se trata e sem aproveitar o total potencial dessa estratégia.
Bom, fique tranquilo que nesse artigo você vai aprender tudo o que precisa para se tornar um expert na arte do preframe.
Ah! Não se esqueça de deixar o seu comentário e compartilhar esse artigo com seus amigos. Afinal, se isso lhe ajudou e você compartilhar com seus amigos, você estará exercendo a lei da atração, e atraindo coisas boas para si mesmo.

Outro dia falaremos mais sobre a lei da atração em algum outro artigo aqui do blog. Pois é um tema que gosto muito, contudo o nosso foco aqui é o Pré-Frame. Então vamos focar nele! 🙂

Mas o que é de Fato a técnica do Pré-Frame?

Pré-Frame é aquilo que vem antes do conteúdo em si. Mas calma lá, olha só, é exatamente pela definição de pré-frame ser bem simples que muita gente não entende o seu verdadeiro valor.
Para você realmente entender o poder do pré-frame você precisa saber não apenas a definição, mas seu objetivo. Ou seja: o porquê. Por que usar um pré-frame?

O Pré-frame é usado para tranquilizar e diminuir a ansiedade, ou seja, deixar o potencial cliente mais calmo e num estado positivo. Durante o pré-frame além de acalmar você vai também quebrar objeções.
É muito comum clientes chegarem até a página de vendas muito nervosos, e ao encontrarem a primeira objeção já fecharem a página com a consciência limpa, entendendo que aquilo não era para eles.

Se esse pessoal ansioso tivesse passado por um pré-frame, onde você apresentasse a dor deles, explicasse os benefícios do seu produto, as vantagens que eles teriam e quebrasse suas objeções, certamente as conversões ou vendas seriam muito mais expressivas.

Por que isso funciona?

O Pré-Frame funciona exatamente porque se o potencial cliente não comprar o seu produto, ele ficará com um peso na consciência, acreditando que poderia estar melhor, livre da dor caso tivesse concluído a compra.
Ninguém gosta de dormir com a consciência pesada, não é mesmo?

Mais à frente vamos tratar também do uso de pré-frames em anúncios, mas antes deixa eu lhe mostrar alguns exemplos.
Vamos imaginar o cenário onde um potencial cliente está procurando um produto para emagrecer pela internet e, de uma forma ou de outra ele chega até sua página de Vendas. Nesse momento ele vai direto para a parte do site onde é exibido o preço, acha o preço caro ou se lembra de ter visto um produto mais barato. O que vai acontecer aqui?

Muito provavelmente ele fechará a sua página e voltará a buscar outra solução mais barata.
Agora, se esse mesmo cliente chega até sua página pré-frame, onde não tem preço, e talvez nem sequer tenha produto à vista, mas você fala do problema dele, talvez até cite alguns casos reais de outras pessoas que tinham o mesmo problema, adquiriram outras soluções pela internet — algumas mais caras e outras mais baratas –, mas nada funcionou, e essas pessoas conseguiram a solução após fazer exatamente o que você vai mostrar para ele.

Bom, aqui você já tem outro cenário, você conseguiu a atenção do seu potencial cliente, quebrou a objeção do preço alto — vale a pena pagar um pouco mais por algo que resolva a sua dor do que pagar barato por algo ineficaz, não é mesmo — e ele estará muito mais receptível a sua oferta na página de Vendas.

Quanto maior o seu conhecimento sobre quem é o seu cliente, melhor será o seu pré-frame. Você precisa saber qual a faixa etária do cliente, qual a sua dor, qual suas objeções, quais seus medos, quais seus desejos, etc.
Você já deve ter notado que isso envolve um pouco de gatilhos mentais, uma vez que você tem o conhecimento do público-alvo basta preparar alguns gatilhos mentais para conseguir influenciar de forma eficaz.
Como você pode ver a arte do pré-frame é muito mais do que simplesmente uma página com conteúdo pobre que antecede a página de vendas, não é!?

Por que usar pré-frame em anúncios pagos?

Agora, é certo que pré-frame é muito utilizado para fazer anúncios, principalmente anúncios considerados do nicho black. Mas, mais uma vez, é importante focar no porquê.
Olha só, as redes de anúncios como Facebook Ads, Google Ads e diversas outras proíbem você anunciar para páginas muito agressivas, ou que contenham resultados no estilo antes ou depois, ou que façam algum tipo de promessa sem dar garantias claras.

Essas regras das redes de anúncio não se restringem ao anúncio em si, mas também à página destino que o usuário é levado ao clicar no anúncio.
Por conta disso, o uso de pré-frame se popularizou muito no marketing digital. Os anunciantes fazem o anúncio jogando o potencial cliente para uma página pré-frame a qual contém um botão para a verdadeira página de vendas.

Nesse contexto um pré-frame pode ser uma página que vc cria em seu blog, pode ser uma página html, pode ser um link de chat, pode ser um arquivo pdf, uma captura de email ou até mesmo um vídeo. Aposto que você mesmo já deve ter usado a técnica do pré-frame sem mesmo saber, não é?

Quais Ferramentas Recomendo para Pré-Frame?

Para pré-frame eu recomento o Pré Venda realizada, que é um plugin que é comercializado junto do pacote chamado ,Ferramentas Ninja.

O Pré Venda Realizada permite você cadastrar perguntas e exibir botões para o visitante clicar em “SIM” ou em “Não”. Esse é de longe o plugin mais avançado desse gênero.
Além de permitir você trabalhar com pré-frame interativo, esse plugin permite você usar o poder do sim para colocar o seu cliente em um estado de concordância.

Quando você consegue fazer o seu potencial cliente concordar balançando a cabeça ou mesmo considerando um “SIM” para algo que você pergunta, você aumenta a confiança dele em você e isso o deixa muito mais propício a aceitar sua oferta e comprar de você quando ele chegar na página de Vendas.

Bom, espero que tenham gostado dessas dicas. Abraços e até um próximo Artigo!

2 Comentários


  1. Ficou show o artigo meu amigo Anderson!!!

    Ainda não tenho o plugin Pré-Venda Realizada, mas já sou cliente da maioria dos seus plugins.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *